Sombras e obras

Foto:  Sandro Alves

contar histórias
descontar memórias
fazer rir
ou fazer fazer
mo mínimo
fica tudo em si
mesmo assim
falo também de mim
afinal se não tenho uma sombra
nunca terei
um lugar ao sol
no meio de tanta caverna escura
digo que faço uma sobra
porque ela é o que digo
tudo se estica
transcorre sem rumo
histórias, redundâncias
o fazer rir
no mínimo
fica tudo
assim mesmo
o que digo
não singulariza nada
são sinônimos infiéis
o seu mundo
pro meu
só é mudo
mesmo assim
insisto em falar da sombra
por que é o que eu digo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: